Ação & Contexto

sobre fotografia, fotojornalismo e novas mídias

Posts Tagged ‘sc

Até breve

with 6 comments

Reluto em me despedir. Já passa das dez, horário tão comum para mim nos últimos dez meses nessa redação. Mas é o último dia. São os últimos minutos de um até breve. Um até breve aos primeiros colegas de profissão que foram fantásticos nesses primeiros meses de mercado de trabalho. Não poderia ter começado em lugar melhor, disso tenho certeza, e sou eternamente grato por cada detalhe que cada um compartilhou e me ensinou durante nossa convivência diária.

Essa história não poderia ter terminado de forma mais fantástica.

Fernando Meligeni e Gustavo Kuerten, ícones do tênis brasileiro (Rubens Flôres)

Ganhar o 8º Prêmio IGK, do Instituto Guga Kuerten, é o primeiro de muitos sonhos que espero realizar. Parece que foi ontem meu terceiro dia de trabalho no Notícias do Dia, quando fiz a foto premiada durante pauta com a Maiara. Faltando três dias para me despedir, ganho esse troféu. Não poderia ter sido mais perfeito.

"Força supera limitações", vencedora da categoria Fotojornalismo no 8º Prêmio IGK

Quero ir longe, muito longe. Mas, apesar de partir, minha gratidão e carinho por todos permanece.

Até breve!

Anúncios

O preço da liberdade

with 3 comments

Jornalistas estão acostumados a viver realidades distintas todos os dias entre uma pauta e outra. Mais ainda repórteres fotográficos de jornais diários, que não têm editoria fixa e muitas vezes saem de um assalto a mão armada para uma coletiva do presidente da Casan em poucos minutos, de olho no relógio porque a noite tem jogo na Ressacada para fotografar.

Hoje foi mais um exemplo do dia-a-dia de uma redação. O dia dos pais proporcionou duas pautas semelhantes em locais completamente distintos – acompanhar a comemoração em família na Penitenciária de Florianópolis e no parque da Costeira do Pirajubaé. Com ou sem liberdade, o importante é ter uma família para ver no domingo.

Detentos e parentes aproveitam a visita de domingo dia dos pais

Cristian e Luciana Wisnewski vêm da Tapera passear com as filhas Maria Emília e Alana

Cláudio Luiz recebe um abraço de Charles de Souza, o maior presente para um pai

Vanderlei Rufino e Ana Cláudia da Silva brincam com os filhos Danilo e Diogo

A diversão é garantida mesmo na sala compartilhada com outras nove famílias

Jossemar Cabral aproveita a tarde de sol para brincar com Thami e Thuany

Anderson da Luz Neumann recebe orgulhoso da mulher a camiseta com a foto da filha Ana Clara

Em liberdade ou detento, o importante foi passar o dia dos pais com quem se ama

Figueirense passeia na véspera do Dia dos Pais

with one comment

Hoje o dia foi de alegria para a torcida do Figueirense. Com uma sonora goleada por 5 a 1 no estádio Orlando Scarpelli contra o Icasa, de Juazeiro do Norte (CE), e uma derrota por 4 a 1 do Avaí contra o Guarani em Campinas, a festa foi completa. Fim de semana de muita comemoração para o papais alvinegros, que viram seu time chegar à vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro de 2010 e o rival perder a primeira partida pós-Copa.

Fernandes comemora com Maicon o primeiro gol do Figueirense

Bela substituição de Márcio Goiano: Roberto Firmino fecha a goleada

A torcida chiou e Fernandes pediu pênalti, mas Simon nada marcou

Willian foi o único atacante a passar em branco nessa tarde

Lucas comemora o segundo gol do jogo diante da torcida

Reinaldo fez seu primeiro jogo diante da torcida alvinegra

Fernandes chuta de primeira para fazer seu primeiro gol no campeonato

Willian tentou, mas não conseguiu fazer o seu na goleada

Até Nicácio desencantou e deixou o seu

Estreia com o pé direito no Scarpelli para o experiente atacante Reinaldo

Com a goleada, Figueira assume a vice-liderança da Série B

Florianópolis, cidade sem táxi

with 4 comments

É um absurdo ao que um passageiro tem de se sujeitar para conseguir um táxi em Florianópolis. Não importa o bairro ou o ponto, nunca há táxi nessa cidade. Na central o telefone está sempre ocupado, nos pontos nunca há carros disponíveis, nas ruas eles nunca estão vazios. E há os que reclamam de abrir licitação para novas vagas na cidade.

Florianópolis é a única cidade no mundo em que os papéis se invertem: é o passageiro quem espera o taxista.

Tarde de sexta-feira de fila na Praça XV, um dos principais pontos de táxi da cidade (Lucas Sampaio)

Os passageiros tiveram de esperar 45 minutos para conseguir uma corrida (Lucas Sampaio)

Não dá tempo nem de parar no ponto e a fila não diminui (Lucas Sampaio)

Frio e sol no centro de Florianópolis

with 3 comments

A frente fria que veio do sul transformou a paisagem de Florianópolis. No Ticen (Terminal Integrado do Centro), Mercado Público ou Felipe Schimdt, a semana foi propícia para aproveitar o sol e desfilar de óculos escuros e roupas de inverno no centro da cidade.

Semana para tirar o casaco do armário e mostrar toda a elegância da estação

Instituto Ekko Brasil e o Projeto Lontra*

with 6 comments

Irara Winny. A irara é um mamífero carnívoro pertencente à família dos mustelídeos, sub-família Mustelinae

TEXTO ALINE REBEQUI aline@noticiasdodia.com.br

FOTOS LUCAS SAMPAIO sampaio@noticiasdodia.com.br

O projeto Lontra do Instituto Ekko Brasil, criado e desenvolvido na Lagoa do Peri, Sul da Ilha, foi um dos escolhidos entre mais de 900 projetos voltados para conversação ambiental  – o único em Santa Catarina – para receber patrocínio do programa Petrobras Ambiental. Agora, a equipe formada por oito profissionais tem dois anos para utilizar os R$990 mil de recurso em ações de preservação e estudo da espécie.

A Ekko Brasil é uma das poucas ONGs (Organização Não Governamental) do Brasil que pesquisa a fundo a vida desta espécie, que está na lista dos animais em extinção há muitos anos. O carro-chefe do instituto, o projeto Lontra, vem sendo desenvolvido pelo oceanógrafo Oldemar Carvalho Junior desde 1986 quando iniciou  sua dissertação de mestrado sobre a espécie na Lagoa do Peri.

Lontra Tupi. A lontra é um mamífero carnívoro pertencente à família dos mustelídeos, sub-família Lutrinae

Desde lá, Carvalho Junior não parou mais e em 2004 com a ajuda de veterinários e biológicos instituiu o projeto, até então, custeado com recursos próprios. Na base, localizada ao lado da Lagoa do Peri em uma área de três hectares, a equipe, além de estudar e contribuir com a conversação das lontras, ainda promove educação ambiental para visitantes, a grande maioria estudantes da área e crianças das escolas públicas e privadas da Capital.

Lontra Iara. Embora sua carne não seja comercializada em larga escala, a lontra faz parte dos animais ameaçados de extinção pelo valor da sua pele e pela depredação dos ecossistemas aos quais está adaptada

O instituto trabalha em parceria com a Polícia Ambiental, Floram (Fundação Municipal do Meio-Ambiente) e Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente), que capturam as lontras nas ruas, muitas vezes atropeladas ou machucadas por ataques de outros animais e as levam para a base do Ekko Brasil, onde se recuperam. “Fazemos de tudo para que elas se recuperem rápido, afinal, não podem se acostumar a viver junto aos humanos. As lontras precisam se virar sozinhas no meio em que vivem”, lembra o veterinário do instituto Rogério Leonel Vieira.

Lontra Tupi. A lontra adulta mede de 55 a 120 centímetros (incluindo a cauda) e pesa até 35 quilos

Recinto das lontras está em fase de construção

Com os recursos do programa Petrobras Ambiental, o oceanógrafo e criador do instituto, Oldemar Carvalho Júnior, conta que será possível construir mais um recinto para duas lontras que já vivem no ambiente do projeto, além de reforçar o desenvolvimento de pesquisas com aplicação de telemetria e análise de DNA e também a instalação do Centro de Visitação e Educação Ambiental. “A partir deste ano vamos vivenciar uma nova fase do instituto com o desenvolvimento de cursos e atividades voltadas para o ensino, capacitação e educação ambiental”, prevê.

O Ekko Brasil, que conforme Carvalho Junior, até então era mais conhecido fora do país do que em território nacional, a partir desse ano também estará de portas abertas para os turistas interessados em turismo de conservação. Nessa modalidade, os visitantes são conhecidos como ecovoluntários quando se hospedam nos alojamentos do instituto e passam o dia em campo com a equipe. “Eles vivenciam toda a nossa rotina e aprendem na prática tudo que envolve esta espécie”, diz.

Quati Cauê. O coati (do tupi "nariz pontudo") é um mamífero da família Procyonidae e gênero Nasua

Lontras gostam de mudar o território

Segundo Carvalho Neto, as lontras não são territorialistas, elas mudam de lar de acordo com a necessidade e, em Florianópolis, há pequenos grupos residentes nas lagoas do Peri e da Conceição e na praia de Naufragados. “Sabemos que em toda a ilha existem pelo menos 20 delas, que vivem em pequenos grupos em lagoas diferentes que ao migrar de um lugar para o outro acabam se machucando em atropelamentos, ataques de cães e águas poluídas. Com isso, pedimos a população que quando avistar uma lontra nos ligue para que possamos fazer o resgate”, diz Carvalho Neto.

Lontra Tupi. De hábito noturno, o habitat da lontra é no litoral ou próximo aos rios, onde busca alimentos

Além do Projeto Lontras, vários projetos fazem parte direita do Instituto Ekko Brasil como o Projeto Tucano, o Projeto Irara, o Refúgio Animal e o Sea Horse do Brasil.

O telefone para marcar visitas, informações sobre turismo de conversação ou para resgate de lontras é o (48) 3237-5071.

* Matéria publicada no jornal Notícias do Dia de 5 de julho, segunda-feira.


mailto:aline@noticiasdodia.com.br

Convenções indefinindo as eleições de outubro

with one comment

Intervenção federal no PMDB catarinense? PP com o PDT e esperando o PT ou flertando com o PSDB? Tucanos irritados por terem ficado à margem da aliança DEM-PMDB ou aceitando a vaga de senador na reedição da tríplice para dar palanque estadual à José Serra? Quem apoiará Dilma?

O final de semana foi de negociações intensas entre os partidários catarinenses, com a realização das convenções estaduais dos democratas, peemedebistas e pedetistas no sábado e progressistas no domingo. Mas a definição do quadro político estadual só será definido amanhã e quinta, quando peessedebistas e petistas fazem suas convenções e o prazo para definição das coligações expiram.

Raimundo Colombo (DEM) faz visita à convenção peemedebista de Eduardo Pinho Moreira e LHS

Joares Ponticelli atento à conversa entre Ângela Amin e Gervásio Silva (PSDB) na convenção do PP

Raimundo Colombo conversa com presidente estadual do PSDB Beto Martins durante convenção do DEM

Esperidião Amin brinca com Manoel Dias (PDT), que retribuiu visita partidária na convenção pepista

José Fritz, presidente estadual do PT, faz visita à convenção e integra mesa pedetista na Alesc

Eduardo Pinho Moreira renunciou à candidatura própria para reeditar a tríplice aliança do governo LHS

Paulo Afonso tentou se aproveitar da divisão do PMDB, mas perdeu vaga ao Senado para LHS

LHS, mentor da tríplice aliança (PMDB-DEM-PSDB), costurou a desistência de Pinho Moreira ao governo

Eduardo Pinho Moreira conforta oponente Edson Andrino após discurso durante convenção

Jorge Bornhausen (DEM) conversa com Paulo Bauer (PSDB) no plenário da Alesc

Eduardo Pinho Moreira explica, entre vaias e aplausos, a desistência da candidatura

Candidata Ângela Amin aproveita falta de energia de 1h para fazer corpo-a-corpo com partidários

Raimundo Colombo, candidato democrata ao governo estadual, discursa a correligionários durante convenção

Após votação favorável à aliança, Raimundo Colombo vai ao ginásio do Sesc e discursa aos presentes

LHS dá o recado à Raimundo Colombo sobre quem soube agir nos bastidores

Luiz Henrique da Silveira (PMDB) e Raimundo Colombo (DEM) comemoram confirmação da aliança partidária

Eduardo Pinho Moreira aguarda contagem dos votos que confirmaram aliança com o DEM

Ângela Amin assiste à vídeo preparado pelo partido com homenagens à candidata pepista

Partido Progressista (PP) busca, com Ângela, reconquistar o cargo máximo do poder executivo de SC

Discurso da candidata progressista para partidários que lotaram o salão do clube 12 no domingo