Ação & Contexto

sobre fotografia, fotojornalismo e novas mídias

Posts Tagged ‘fábio queiroz

Photo Zone: para escolher qual lente comprar

leave a comment »

Recomendação do mais novo fotógrafo da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte do Estado de Santa Catarina – Fábio Queiroz -, o Photo Zone é um site fantástico de análise de lentes e câmeras fotográficas.

Graças aos reviews comprovei tecnicamente que as melhores qualidades – em relação a barrel distortion, aberrações cromáticas, vinhetagem e resolução da imagem – das minhas Canon EF 50mm f/1,8 II17-40mm70-200mm f/4 são nos diafragmas f/5,6 e f/8. Sabia que os diafragmas intermediários são os que propiciam melhores imagens e os testes do site comprovaram a experiência prática que tinha com meu próprio equipamento.

O que mais me supreendeu foi ler os reviews da Canon e da Sigma 24-70mm f/2,8. A Sigma AF 24-70mm f/2.8 EX DG macro para Canon dá um banho na versão “original”, seja nos aspectos técnicos ou no preço. Apesar da Canon EF 24-70mm f/2.8 USM L ganhar na qualidade de construção – marca registrada da Canon -, a qualidade da imagem da Sigma em todos os aspectos é superior. Não suficiente, a Sigma custa 1/3 da Canon – por volta de 500 dólares contra nunca menos de 1,2 mil.

Vale atentar que as lentes possuem reviews diferentes para testes em câmeras APS-C (com fator de corte, caso da minha EOS 30D e da série Rebel) e full frame (a minha futura EOS 5D Mark II).

Pena a sessão DSLR Reviews contar com poucos exemplares – o único ponto negativo do site. O review da Canon EOS 500D (ou Rebel T1i) é sensacional.

Enfim, o Photo Zone é um prato cheio para quem gosta de ler, estudar e pesquisar antes de comprar equipamento fotográfico. Tornou-se tão indispensável quanto o badalado Dpreview.

Written by Lucas Sampaio

19/12/2009 at 20:19

A Mother’s Journey, Renée C. Byer

with 3 comments

Graças ao Fábio Queiroz, pude conhecer o belíssimo trabalho da fotógrafa Renée C. Byer, ganhadora do Pulitzer de fotografia em 2007. A Mother’s Journey conta a comovente história de uma mãe solteira que acompanha o tratamento e a luta de seu filho de 10 anos contra o câncer.

Cyndie French, 40 anos e mãe solteira de cinco filhos, passa 24 horas por dia com seu filho Derek Madsen. As images são fortes. Durante os últimos 12 dos 18 meses – desde que o neuroblastoma foi diagnosticado até a morte de Derek -, Byer e a repórter Cynthia Hubert acompanharam a drástica alteração da dinâmica familiar e as dificuldades econômicas oriundas da doença.

Trabalho vencedor do Pulitzer de fotografia em 2007

Especial do The Sacramento Bee, trabalho da fotógrafa Renée C. Byer vencedor do Pulitzer de fotografia em 2007

As a journalist, you have to step back and let things unfold as they naturally would. It can be very, very painful (“como jornalista, você deve manter-se afastada e deixar que as coisas aconteçam naturalmente. Isso pode ser muito, muito doloroso”, em livre tradução).

Inicialmente publicadas em uma série de reportagens que por quatro dias foram capa do The Sacramento Bee, as fotografias foram republicadas no jornal em um encarte de 20 páginas quando Byer ganhou o Pulitzer em abril de 2007.

Além das lindas fotos e extrema sensibilidade de Byer, o que mais chama atenção é o fato da repórter fotográfica não trabalhar para um grande jornal ou agência de notícias. Renée ganhou o maior prêmio do jornalismo norte-americano – um prêmio de US$ 10 mil dólares e o reconhecimento da Universidade de Columbia – trabalhando no modesto The Sacramento Bee, jornal local do norte da Califórnia.

Derek segura as mãos de sua mãe e seu irmão durante preparação para radioterapia

Derek segura as mãos de seu irmão mais velho (à esq.) e sua mãe durante preparação para radioterapia

O DESEJO DE DEREK

French criou uma fundação em memória ao seu filho, a Derek’s Wish, para assistir famílias que tenham uma criança com câncer financeira e emocionalmente. Nunca o jornal recebeu tantas cartas, ligações e e-mails – os leitores do The Sacramento Bee doaram US$ 40 mil à instituição e a tornaram possível.

Renée C. Byer mostra com A Mother’s Journey que é possível fazer um belo trabalho de um assunto tão complicado. Basta sensibilidade.

Outros trabalhos da fotógrafa:

Tour of Duty, sobre a inédita dependência do exército estadunidense ao sexo feminino – atualmente 200 mil estão na ativa e outras 150 mil na reserva, sendo que 100 mil mulheres já participaram da Guerra no Iraque.

Seeds of Doubt, sobre biotecnologia e alimentos transgênicos.